quinta-feira, 8 de novembro de 2012

POESIAS DE JOSE GILBERTO GASPAR

O CHÃO DA PAINEIRA- Sensibilidade do autor sobre as flores da paineira
A beleza das flores caindo e dançando para se tornar um tapete lilás que a natureza criou com tanto capricho  e a relaidade das pessoas pisando e esmagando tamanhanha beleza, o autor sente o gemer das flores perdendo seu resto de vida ao serem pisadas.


 Outras poesias:
 NÃO PISE NAS FLORES!: Flores e amor

DIÁLOGO DAS ROSAS: Natural x artificial
CADÊ MEU DOCE: Saudade dos pais
RETRATO DE MARIA: Saudade primeiro amor
VIOLINHA DE CABAÇA: Saudade da infância
REMINISCÊNCIAS: Terra natal
SÔDADE: Manda embora a saudade e é invadido pela paixão
O MENINO E A CARROCINHA: Desespero e humor
QUEM SOU EU: Reflexão pessoal sobre ser poeta
TERRA SANGRADA: A natureza e o homem
DESTRUIÇÃO: Terra sofrendo, homem caipira
O NASCER DAS COISAS: Beleza da natureza
QUASE TUDO É SILÊNCIO: Silêncio e a vida
A SÔDADE DO JUQUINHA: Quem já se foi
IPÊ AMARELO: Seca do sertão
A PAZ DEPENDE DE MIM: Parcela individual de contribuição a um mundo melhor

TEXTO ANDAR SEM RUMO

Autor: Victor Gouveia  

O autor se propõe a experimetar o situacionismo, que é uma nova forma de entender o mundo à sua volta  ao contrário do formalismo  a sociedade passa a autor dos seus espaços influenciando na arquitetura a teoria da deriva é um andar sem rumo afim de perceber detalhes despercebidos, experimentar sensações ainda não sentida com base em uma sugestão de ultima hora ou decisões sem pensar. O autor se propõe a fazer a experiência seguindo um roteiro com sugestões do tipo siga uma mulher com uma criança e dois estrangeiros Victor começou então a observar detalhes não percebidos antes como a cidade mais arborizada, grafites, e experimentou o melhor lanche de pernil da cidade.


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

VÍDEO CEP-20.000

O Centro de Experimentação Poética surgiu a partir de um evento por nome de terça- feira poética que teve a participação de João Cabral de Melo Neto, Chacal, Darcy Ribeiro, Silviano Santiago, Heloisa Buarque de Holanda. Foi fundado em 22/03/1990 no Rio de janeiro e o vídeo mostra diversos depoimento de artistas falando sobre o mesmo  que não é um movimento, Citam o CEP como sendo um livro vivo de poesia oral onde  é um dos principais palcos  de experimentação musical do Rio de janeiro.os anos 90 foi um marco para o mesmo e destaque do ROCK houve também a MPC- Música Popular Carioca. Aconteceu também na Rocinha, no São Gonçalo, enfim o CEP é um centro de arte.

VÍDEO ARTE NA PERIFERIA

O vídeo foi construído na favela e faz três questionamentos: o que é arte? Do que a arte é capaz? Quem é o artista? várias pessoas tentam responder de seu modo, Wesley Noog afirmou que a verdadeira arte nos tira do lugar comum , outro artista afirmou que arte é politica porque  faz com que o homem consiga ver de fora a si mesmo, foram mostrados o RAP, o teatro a dança, a música, pemas, esculturas e arte popular da região do Capão redondo. A arte é capaz de fazer você questionar os seus valores foi mostrado também a  arte de transformação social, pode aumentar a auto estima local como é o caso da COOPERIFA que nasceu dentro da periferia e estimula a produção artística interna, promove sarau literário com músicas e estimula a valorização do local , o artista pode ser o artista cidadão vários tem outros empregos e usam a arte para se expressar interessante foi ouvir o depoimento do artista citando que porque ele passou na globo as pessoas passam e o vêem fazendo faxina então o reconhecem ou não acreditam porque como um faxineiro pode ser um artista? esse relato me chamou a atenção e também o fato de muitos artistas não se admitirem como tal.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

FILME EDUCAÇÃO PROIBIDA

O filme critica a educação tradicional citando a mesma como transmissora de um conhecimento parcial cujo  ensinar é um processo de reprodução simbólica. Mostra a história da escola pública e gratuita e obrigatória ressaltando-a como centro de instrução. As crianças são mostrada como as grandes vítimas desta educação o filme afirma que estudos indicam que entre crianças de 5 anos  98% poderiam ser consideradas gênios e 15 anos mais tarde só 10% mantém a mesma capacidade sendo que a escola mata a espontaneidade e castiga a rebeldia sendo que que ambas características são naturais de um investigador, transformando os alunos em repetidores. A educação é igual a informação que é transmitida até encher os alunos. Sendo que o ser humano sempre aprende o que faz "o que temos de aprender aprendemos fazendo" Aristóteles. O filme mostra as outras possibilidades de aprendizagens apresentando o jogo como um desafio ao desconhecido, conectar as crianças com a natureza, e o educador como ajudador da criança a desvendar e não  impor a resposta. Destaca a importância de respeitar o processo vital da criança uma visão holística com a visão do todo numa educação integral que não significa a quantidade de tempo passada na escola , mostra a ligação da arte com a educação integral. Nessa nova concepção é importante semear ao aluno  a ideia de que ele tem que ser a autoridade em sua própria vida, ela gera uma aprendizagem natural cuidando da alegria e da vontade de viver das crianças a escola não tem o poder e todos os problemas são resolvidos na assembléia , a escolarização não é necessária, é um trabalho contínuo de humildade porque o professor perde o poder de ter o conhecimento, de ser o dono da verdade; A família tem um papel muito importante para as crianças e no mundo atual estamos perdendo o contanto das crianças com a família sendo estas separadas desde muito cedo das mães indo para as creches, o que causa profunda dor à criança, citou casos de família que passam uma hora por dia com seus filhos e não tem estudo que defenda isso. O filme faz um pedido de respeito as crianças, para que possamos não podar sua forma natural de descobrir o mundo e sim ajudar a construir seres humanos mais felizes antes nos tornando felizes sem ficarmos refém desse sistema, porque fomos educados de uma forma repressora e a tendência é repetir, mas tendo coragem e força para mudar.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

XXII ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS MUL. DE EDUCAÇÃO

E aí pessoal da educação
Vinte e seis conselheiros da educação mul. de Palmas estão  participando do XXI encontro nacional dos conselhos mul. de educação em Gramados-RS.
 


Assuntos discutidos:
Tema Central: Direito à Educação: Sistema Nacional e Planos de Educação.
- Do PNE aos Planos Municipais: articulação do Sistema Nacional de Educação
- Desafios da Educação Infantil e da Alfabetização
 -Avanços, possibilidades e limites da UNCME
 Mesas de Interesse:
- O papel dos CME no sistema de ensino e a formação dos Conselheiros
- Educação de Jovens e Adultos: políticas públicas necessárias
- Direito à Diversidade: princípios constitucionais
- Colaboração entre os órgãos normativos: caminhos da prática


2011 Foi em Palmas-TO





quinta-feira, 4 de outubro de 2012

MINHAS MÃOS DESENHANDO A NATUREZA


INTRODUÇÃO:

Este Projeto visa trabalhar arte visual com crianças do II período (pre II) na faixa etária de cinco anos,  uma versão foi trabalhada na Escola Municipal Lucas Ruan Araujo Alves no  bairro Setor Sul em Palmas-TO, na turma P2.02 pela Profª Joelma Leda Martins com o objetivo de utilizar a linguagem das artes visuais para despertar nas crianças o que pode ser feito para  retratar a natureza com as suas mãos, visa também a conscientização sobre a parte do corpo humano em destaque (mãos) e a sua importância para nós e  a utilização dos dedos das mão para trabalhar os números de 1 à 5.

JUSTIFICATIVA:

Como justificativa do projeto cito  uma parte do livro do professor n° 4 da coleção voo mágico editora Escala Educacional destaca que a arte está presente no dia a dia da criança, pois é uma das formas mais significativas da comunicação humana e sobre as artes visuais  dispõe que as mesmas colocam a criança diante de inúmeras possibilidades de comunicação e expressão, integrando o pensamento, a sensibilidade, a percepção, a imaginação e a cognição da criança.

OBJETIVO GERAL:

Despertar nos alunos opções da possibilidade de criação de figuras da natureza com a suas mãos através de pintura orientada pelo modelo apresentado pela professora.

OBJETIVO ESPECIFICO:

-Demonstração de diversas possibilidades de criação com as mãos
- Melhorar a coordenação motora
- Conhecer o seu corpo (mãos/pés) e sua importãncia

DESCRIÇÃO E TEMPO DE CADA ATIVIDADE:

As atividades serão desenvolvidas no primeiro bimestre de 2012, semanalmente conforme horário de aula de educação artística que compõe o currículo da unidade educacional sendo as atividades divididas conforme segue abaixo:
-1ª aula- Apresentação do projeto à turma e pintura livre com as mãos, apresentação do resultado individual para a turma.
2ª aula- criação de uma flor e de um pavão começo do despertar das crianças para as possibilidades do que pode ser feito com as mãos, através da pintura ( ilustração abaixo), explorando as mãos e nomeando os cinco dedos.
3ª aula- criação do quadro do peixe, cinco dedos um peixe a nadar, um dedo as águas do rio
4ª aula- Criação do quadro coelho e do pato, dois dedos um coelho a saltitar, minhas mãos e o pato no rio
5ª aula- inicio do trabalho em duplas, o sol é de todos nós, nossas mão juntas pode mais, a importância de deixar o colega participar da criação em conjunto, socializar os resultados das duplas. criação de uma arvoré com as mão de todos os alunos da sala.
6ª aula- Continuação do trabalho em duplas, deixando a escolha livre das duplas criação do quadro da borboleta e da flor da dupla
7ª aula- criação do anjo, e  utilização dos pés como possibilidade artística despertando a continuidade do projeto para outra fase em sequência à esta.
8ª aula- Montagem com os alunos da exposição dos trabalhos no pátio da escola  afim de socializar com a unidade escolar e valorizar os resultados obtidos e contribuindo para a auto estima das crianças envolvidas.

INTERTEXTUALIDADE ENTRE AS DISCIPLINAS:

- As partes do corpo humano, Desenhos da natureza-Ciências Naturais
-Trabalho em duplas ou trio, apresentação dos resultados aos colegas, - Socialização
- Contar os dedos e dobrá-los para criar figuras distintas-matemática
-Limpeza das mãos depois de pintar- Higiene

FORMAS DE AVALIAÇÃO:

- As crianças serão avaliadas, por meio da sua participação prática na sala, serão levantados questões sobre os conteúdos trabalhados em matemática e ciências naturais para através de exposição oral da criança ser observado o seu nível de compreensão sobre os temas trabalhados e se necessário a professora executar  mais explanação sobre os pontos principais a ser absorvidos.


RECURSOS:
-Humanos- professora, alunos
-Materiais:Tinta guache diversas cores, papel A4, papel cartão, cola branca, fita durex, sabonete, maquina fotográfica.

RESULTADOSDA PRIMEIRA VERSÃO:
  2ª aula
 3ª aula

 4ªaula


 5ª aula
 6ª aula


   7ª aula

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Blog do Sindicato

 Colegas que amam e praticam a educação de Palmas aí vai uma dica
 acompanhem o blog da regional de Palmas do SINTET.


http://sintetpalmas.webnode.com/

" vamos a luta porque  somos responsáveis direta ou indiretamente pelo
que acontece na nossa educação e o preço da omissão é muito mais caro
apesar de ser o mais fácil... não é esse o que quero e  não é o que vou seguir"

domingo, 27 de maio de 2012

Gestão Democrática do Ensino

É um direito constitucional
É um direito que consta na LDB
Não funciona porque?
Estou estudando isso e aprendendo na prática como conselheira,

no sábado dia 26 participei do primeiro encontro municipal de fortalecimento do conselhos e ví na prática como é difícil fazer alguma coisa democrática
até uma discussão democrática é dificil. eita nóis  o futuro da educação de Palmas depende da nossa concepção e atuação sobre a mesma. até quando vamos deixar decidirem pela gente?




GENTE ATIVA NA EDUCAÇÃO PALMAS  : exemplos de educadores abaixo

 JOEL BRANDÃO - CGU
Sempre na ativa lutando pela transparência e controle social








JERRY TOM- Coordenador Escola Luiz Rodrigues trabalha
Calmo e é gentil com todos 
 SEBASTIÃO- Representante da sociedade Palmense no CME-Palmas

 ZELIANA - Diretora e equipe da Escola Francisca Brandão
Zê amiga da época de Luiz Rodrigues eficiênte, calma, ativa
enfim tudo de bom para a educação de Palmas e para mim

 REGINA SANDRA- Representante da comunidade da ACE- Escola Sávia Fernandes exemplo de participação cidadã como representante de pais no Conselho Municipal de Educação de palmas. nos encontramos no CEM Santa Rita e agora no conselho que bom estar com você
CÉLIA-SEMED  e EX Orientadora da Escola Lucas Ruan
Poucos foram os dias que convivemos mas admiro a sua postura profissional





LUCY- Inspeção escolar SEMED

EU também quero participar ativamente da educação da minha cidade!
    

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Criando sua arte




Oficina

INTRODUÇÃO:

 Projeto visa trabalhar arte em aula com materiais colhidos no ambiente e improvisados na hora  afim de produzir com os materiais disponíveis obras interessantes.

JUSTIFICATIVA:

Criar artes visuais utilizando materiais do dia a dia e encontrados na natureza, atividade pedagógica de reciclagem e aproveitamento da natureza para despertar  o uso de materiais diversos afim de criação

OBJETIVO GERAL:

Despertar nos alunos opções de criação dos instrumentos  utilizando materiais encontrados no ambiente da escola afim de produzir arte.

OBJETIVO ESPECIFICO:

-Demonstração de diversas possibilidades de artes
-Criação do pincel
-Criação da tinta
-Descobrir as possibilidades de criação de pinturas com o pincel criado
-Discutir os diferentes resultados obtidos pelos alunos como as linhas que se formam com cada tipo de pincel

DESCRIÇÃO E TEMPO DE CADA ATIVIDADE:
- Vídeo sobre arte e orientações sobre as atividades a ser desenvolvida ------ 15 minutos
- Passeio pelo ambiente da escola para colher material para produção do pincel---- 10 minutos
- Criação pincel ----------  15 minutos
- Criação de uma pintura com o pincel produzido---15 minutos
- Vídeo sobre como produzir o carvão para pintura e como utilizar--- 10 minutos

INTERTEXTUALIDADE ENTRE AS DISCIPLINAS:

A observação da natureza =ciências Naturais, a trajetória histórica da utilização do carvão =história, citação da produção de tinta com terra=geografia, produção do projeto= seminário de pesquisa

DEVERES DE CASA:

Produção de um projeto sobre a atividade desenvolvida
FORMAS DE AVALIAÇÃO:
Postagem no blog do projeto

RECURSOS:

- Fita adesiva
- 2 potes de anilinas em liquido
- Copos descartáveis
- Material colhido no ambiente de livre escolha do aluno
-Água
-Papel madeira
-Laboratório de Computação  para produção do projeto e postagem do blog

sexta-feira, 27 de abril de 2012

O que é arte

pra mim

É a beleza:
Da felicidade de ver meus filhos se desenvolvendo
Da natureza com seus rios, flores e arvores
Da minha família,
De conseguir enxergar o amor mesmo com todas as durezas da vida
Da música
Da leitura
Do céu
De ver alguém aprender
Do perdão
Da minha fé
De Deus
Enfim essa beleza pode estar no ato de contribuir com a minha comunidade,
com a sociedade palmense, na minha moto, no cotidiano, numa fotografia,
num beijo, um abraço, um sorriso são muitas as oportunidades e são muitas
as formas de arte.

Nessa disciplina pretendo encontrar mais conceitos de arte.
Como por exemplo para Comenius  na pg 348 do livro Didática Magna a  arte tem três requisitos para a prática: (instrumento, matéria e modelo)
1º O modelo ou imagem que é uma espécie de forma externa que o artista observa e tenta reproduzir
2º A matéria que é aquilo a que se deve imprimir-se a nova forma.
3º Os instrumentos como a ajuda dos quais se executa o trabalho.